7 thoughts on “TPP2014 : Judith Butler, When gesture becomes event

  1. Love this idea of performance. It opens a lot of doors for human creativity as a fundamental tenet of identity itself. Very powerful and empowering

  2. No Brasil , ñ volte nunca mais. Aqui ñ!!!Frustração e recalques por falta de aceitação na adolescência, geram heterofobia nos homossexuais inconscientes, ñ souberam lidar com suas limitações psico afetivas e cognitivas, seria isso a motivação para o desespero em interferir na vida dos outros de forma tão absoluta?
    O que dá excelência para interferir em assuntos tão abstratos? Sua sexualidade confusa e injustiças que provavelmente presenciou? Vingança inconsciente?Medo das inúmeras contradições que guarda na sua mente ,provavelmente caótica?
    Qdo percebemos que a maioria está em total desaprovação com nossa opinião, é de bom tom(bom senso) e saudabilidade mental refletir e questionar nossas ideias.
    Sexualidade em harmonia com sexo ,ñ requer nenhuma alteração, o contrário sim, deverão procurar tomar medidas para que se sintam aceitos e mais felizes.
    Aceitar a si mesmo, com integridade, é o primeiro passo para se alcançar a FELICIDADE.
    Aqui, time q tá vencendo ñ se mexe, o que tá com problemas e pendências, se troca o técnico e a motivação. Não venha trazer ideias caóticas, pra confundir mentes saudáveis das nossas crianças.Ajude quem realmente precisa da sua ajuda.
    "Devemos aceitar com Serenidade as coisas que não podemos modificar, ter Coragem para modificar as que podemos e SABEDORIA para perceber a diferença."(Francisco de Assis)
    Aqui ñ, não"Never!!!
    Not here! Do not go back to Brazil.
    You're not welcome here.

  3. I love you, Judith.
    We are waiting for you in Argentina on September in Facultad de Filosofía y Letras (UBA)

  4. 46:44 Can't decide between a philosophical analysis major or studying medicine or pre med? This will sort you out. <3

  5. lecture notes available at, http://tamsinhuxford.blog.com/2014/10/30/judith-butler-gesture-as-act-benjamin-and-brecht/

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *